Brawl Stars hileli apk - nulls brawl - resim upload - 1xbet giris - bonus veren siteler - canli oyun siteleri - bet siteleri - casino siteleri - en iyi iddaa sitesi
Dicas

Os 6 vilões responsáveis por enfraquecer o sistema imunológico

Para evitar a imunidade baixa e conseguir combater os agentes nocivos com facilidade, esteja atento ao que deve ser mudado na sua rotina.  

Você sabe o que é e como atua o sistema imunológico?

O sistema imunológico é um conjunto de células, órgãos e tecidos que são responsáveis por proteger o nosso corpo contra agentes indesejáveis.

Ao realizar uma espécie de barreira de proteção, esse sistema é capaz de interromper o desenvolvimento de infecções ou amenizar os seus sintomas.

O corpo humano geralmente dá algum sinal quando o sistema imune está enfraquecido e com dificuldade de combater os seres infecciosos.

Com isso, é possível perceber a desregulação dos mecanismos de defesa através de diferentes sintomas, como:

  • Cansaço excessivo
  • Diarreia
  • Febre
  • Gripes constantes
  • Infecções recorrentes
  • Manchas na pele
  • Náuseas
  • Sono constante
  • Queda capilar
  • Vômitos   

Para evitar esses sintomas e manter a imunidade alta é necessário bastante atenção aos seus hábitos diários.

Saiba, a seguir, alguns dos responsáveis pelo enfraquecimento do sistema imunológico.

Sono desregulado

Durante o sono, a energia do corpo humano é direcionada para processos metabólicos diferentes de quando ele está desperto.

O sistema imunológico é um dos beneficiados nessa dinâmica, havendo um estimulo na produção das células responsáveis por proteger o corpo.

Também ocorre o processo de liberação das citocinas anti-inflamatórias, as quais são importantes na regulação do sistema corporal.

Com isso, caso não possua o hábito de ter um sono de qualidade, é possível que o seu sistema imune esteja sendo sabotado por você.

Dica:

Evite mexer em aparelhos eletrônicos quando estiver próximo do horário de dormir para que o corpo comece o processo de relaxamento.

Além disso, é importante que você durma pelo menos 7 horas por noite para que o processo metabólico do sistema imunológico seja completo.

Sedentarismo

A prática regular de exercícios físicos não é direcionada apenas para atingir determinada forma física desejada, sendo também totalmente ligada à saúde.

O sedentarismo é um dos grandes responsáveis por deixar a imunidade do corpo vulnerável.

Existe uma dinâmica de equilíbrio e desequilíbrio nesse processo.

Através do desequilíbrio dos organismos provocado pela atividade física, há o estímulo do sistema imunológico para reequilibrar o corpo.

Assim, com a prática constante e moderada de exercícios físicos, acontece o crescimento gradual das células que compõe o sistema imune.

Ao contrário disso, com a falta de exercícios ocorre a aceleração do processo de inflamação dos órgãos e tecidos.   

Dica:

Você deve ter cuidado com a intensidade das atividades físicas ao iniciar a saída do sedentarismo.

Comece se exercitando 30 minutos por dia durante 5 dias da semana.

Também é interessante o acompanhamento de um profissional trainer para que os exercícios sejam mais direcionados à sua necessidade.

Disfunção na flora intestinal

A maior parte dos linfócitos, também conhecidos como glóbulos brancos, são encontrados na mucosa intestinal e são responsáveis por proteger o corpo.

Isso faz com que esse órgão seja um dos protagonistas do sistema imune.

O intestino tem disfunção na flora quando há um desequilíbrio no nível de bactérias presentes nesse órgão, podendo desenvolver sintomas muito desagradáveis, como:

  • Constipação
  • Diarreia
  • Dor abdominal
  • Gases
  • Fezes com coloração diferente

Esse desequilíbrio compromete a atuação das células de defesa e, consequentemente, a saúde imunológica do corpo.

Atenção:

É fundamental que você consulte o médico se perceber algum desses sintomas para que realize o tratamento indicado e não comprometer a sua saúde.

Deficiência de vitamina D

O baixo nível de vitamina D no sangue é muito prejudicial à saúde.

A vitamina D é uma das principais aliadas do corpo no combate aos agentes infecciosos, sendo capaz de realizar a eliminação deles antes do organismo ser danificado.

Assim, o déficit dessa vitamina abre portas para o desenvolvimento de diversos sintomas e doenças, como:

  • Depressão
  • Doenças autoimunes
  • Doenças cardiovasculares
  • Dor muscular
  • Dor óssea
  • Diabete
  • Fraqueza
  • Gripe

Para que não ocorra a diminuição do nível de vitamina D no corpo, é necessário consumir alimentos com possuam essa vitamina e expor a pele ao sol todos os dias.

Dica:

Realize a exposição solar antes das 10h ou depois das 16 horas por, no mínimo, 20 minutos.

Alimentação inadequada

A alimentação pode ser o melhor remédio ou o pior veneno.

Quando a comida é repleta de açúcares, sal e outras substâncias químicas, ela pode desenvolver gordura no fígado e causar um aumento considerável de inflamação.

Essa inflamação é capaz de gerar uma série de doenças, incluindo a trombose, que vão agravar a desregulação do sistema imune.

Por isso, é muito importante ter atenção ao tipo de dieta que está fazendo.

Consumir alimentos ricos em vitaminas e sais minerais é essencial para a produção das células de defesa do corpo.

Ansiedade e estresse constante

Com o estilo de vida acelerado e problemas regulares, há o desenvolvimento de complexos transtornos psicológicos que desequilibram o sistema imunológico.

A ansiedade e o estresse, por exemplo, transmitem ao cérebro que o corpo está sendo ameaçado, fazendo com que ele libere mais cortisol e adrenalina.

Esse aumento de cortisol e adrenalina inibe o sistema imunológico, fazendo com que as células de defesa relaxem e não realizem a sua função.

Além disso, esse processo eleva a glicose na corrente sanguínea, originando diferentes doenças.

Dica:

Caso sofra constantemente com ansiedade ou episódios de estresse, procure um psicólogo para que realizar o acompanhamento adequado.

Além disso, você pode fazer yoga, meditação, pilates, esportes e outras atividades que relaxam o corpo.

Veja também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.