Pólen: um remédio natural completo

Embora possa ser muitas vezes associado a alergias e sintomas desagradáveis, o pólen é um dos remédios naturais mais poderosos. Ele fornece ao organismo vitaminas, aminoácidos e sais minerais, complementando a alimentação, que por vezes não fornece estes elementos em quantidades suficientes. Descubra as maravilhas que o pólen pode fazer pela sua saúde e a melhor forma de consumir este alimento quase milagroso.

Fonte de vitaminas e aminoácidos

Dos 22 aminoácidos existentes, 20 estão presentes no pólen. A concentração dos aminoácidos é de tal forma elevada que 100 g de pólen equivalem a 500 g de carne de vaca ou a sete ovos. Significa que uma simples colher de pólen por dia (cerca de 30 g) permite suprir as necessidades diárias de aminoácidos de um adulto. O pólen é ainda rico em quase todas as vitaminas B (excluindo B4 e B12) e também em vitamina E.

Pólen: alimento antienvelhecimento

O pólen é um poderoso antienvelhecimento a vários níveis. Reafirma e tonifica a pele e dá-lhe um aspeto mais jovem, graças à cistina, um dos aminoácidos presentes na composição do pólen. Protege os vasos capilares, graças à rutina (também conhecida como vitamina P), prevenindo a queda de cabelo. Ajuda também a equilibrar o sistema endócrino, regulando o peso. As pessoas magras tendem a ganhar peso e quem tem peso a mais tende a vê-lo reduzido. O pólen é ainda rico em metionina, um outro aminoácido que é um forte agente de desintoxicação do organismo. O consumo regular deste alimento permite ainda prevenir doenças cardiovasculares, e regular a flora intestinal, prevenindo tanto diarreia como obstipação.

Escolher pólen de boa qualidade

Este produto não é difícil de encontrar em lojas de produtos naturais, ou mesmo possivelmente em alguns supermercados. O melhor pólen é aquele proveniente de várias plantas e não exclusivamente de uma espécie. Assim o pólen ideal é o que apresenta grãos de diversas cores: amarelo, vermelho, laranja e castanho. Há ainda que ter em atenção que o pólen deve estar seco, ou seja, os grãos não devem estar aglutinados, mas sim soltos.

Como consumir o pólen?

Embora possa ser encontrado em forma de cápsulas ou em pó, o ideal é consumir o pólen na sua forma natural. Um adulto deve começar por consumir uma colher de café por dia durante 15 dias e depois pode aumentar a dose para uma a duas colheres de sopa por dia. É aconselhável começar com uma dose mais ligeira para que o corpo de habitue gradualmente, pois o pólen pode ter um efeito laxante se tomado subitamente numa dose maior. Aquando da toma do pólen certifique-se de que, antes de o ingerir, o mastiga bem até formar uma papa, pois o invólucro é demasiado duro e, se não for mastigado, não é digerido pelo organismo.

Contraindicações da ingestão de pólen

Pessoas que sofrem de insuficiência renal não devem consumir este alimento. Tirando estes casos, o pólen é um alimento bastante inofensivo e sem outras contraindicações. Em caso de dúvida, é aconselhado consultar o seu médico.

ATENÇÃO: O nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Deve sempre consultar um médico ou um profissional de saúde antes de iniciar qualquer tipo de tratamento.